4 mitos e verdades no empréstimo com veículo de garantia

4 mitos e verdades no empréstimo com veículo de garantia

empréstimo com veículo de garantia

O crédito com garantia vem crescendo no país devido às suas inúmeras vantagens. Nos Estados Unidos, onde existe há mais tempo, ele corresponde a um total de 85% dos empréstimos concedidos no mercado. Entre os bens que podem ser alienados nesta prática estão os carros. Neste artigo apresentaremos 4 mitos e verdades no empréstimo com veículo de garantia.

1. O documento do carro passa para o nome da instituição que empresta o dinheiro

Muitas pessoas acreditam que ao alienar um veículo ele passa automaticamente para o nome do banco ou financeira. Isto não é verdade. Tanto a posse, quanto os documentos, estarão sob os cuidados do proprietário. O que ocorre é uma posse indireta, ou seja, a propriedade.

Isto significa que enquanto durar a dívida o seu bem será da companhia que fez o empréstimo, mas no âmbito legal. Portanto, se tudo for pago conforme manda o contrato, a posse do veículo continuará sendo sua. Com juros mais vantajosos e um prazo extenso, não será difícil cumprir com estas obrigações.

2. É preciso comprovar a renda

De fato, a prática inclui a comprovação de renda, pois mesmo que você esteja oferecendo um automóvel como garantia, a instituição precisa ter certeza de que não levará calote. Naturalmente o processo aqui é menos demorado e burocrático do que na concessão de crédito tradicional.

Esta avaliação serve também para definir o seu perfil de gastos. Ou seja, qual é a sua relação com o dinheiro. Isto irá refletir no valor concedido e também nas taxas de juros que serão cobradas. Outro detalhe que pode surgir a partir do seu perfil é o prazo estabelecido para o pagamento. Se o débito comprometer sua renda além de certa medida, o empréstimo será recusado, pois você deve conseguir arcar com a dívida.

3. Os juros são mais baixos que em outras modalidades

Não poderíamos tratar dos mitos e verdades no empréstimo com veículo de garantia sem mencionar os juros. Se você já ouviu falar nesta modalidade de crédito, deve saber a respeito das taxas menores que podemos encontrar aqui. A boa notícia é que sim, os juros do empréstimo com veículo de garantia estão abaixo do praticado em outras formas de empréstimo. Quase sempre eles são inferiores a 2% ao mês.

4. O bem pode ser tomado

Sim, este é um dos princípios básicos desta modalidade de crédito. É claro que isto só irá acontecer em caso de inadimplência. Afinal, o bem está alienado à entidade financiadora. O objetivo destas empresas, no entanto, não é ficar com o seu carro. É por esta razão que os juros e prazos são mais amigáveis nesta opção de crédito.

Depois de conhecer estes 4 mitos e verdades no empréstimo com veículo de garantia, você está pensando em solicitar um? Então aproveite para visitar o nosso site. Você encontrará um serviço especializado em empréstimos com garantia de veículo e imóvel, além de financiamento de automóvel. Nós ajudamos você a negociar com a instituição financeira mais vantajosa para a sua necessidade. Descubra tudo a este respeito clicando aqui.

Leia também:

  • O que é empréstimo para capital de giro? Descubra!

    Uma das dificuldades que os empreendedores enfrentam é conseguir capital de giro suficiente para manter o negócio funcionando. Você tem passado por isso? Então, saiba que existe uma solução e ela pode ser mais simples do que talvez imagine. Por isso, está na hora de entender como funciona um empréstimo para capital de giro. Essa

    22 de novembro de 2023
  • Como resolver o atraso no pagamento de fornecedores? Veja aqui!

    Ter bons fornecedores é um dos segredos para se ofertar as melhores mercadorias aos seus clientes. E, para conseguir ter e oferecer sempre bons produtos, um bom relacionamento com os parceiros é fundamental. Empreendedor, você sabia que, para melhorar a gestão do seu empreendimento e alcançar todos os objetivos traçados durante o planejamento empresarial, é

    20 de março de 2023
  • Como ficam os bens financiados no divórcio?

    O divórcio é uma situação dolorosa e difícil para muitas pessoas, especialmente quando há bens financiados envolvidos. Nesses casos, é importante entender como fica a divisão desses bens no processo de divórcio.  Esse é um assunto complexo e delicado, que envolve questões jurídicas e financeiras. Neste texto, vamos explorar em detalhes como ficam os bens

    14 de março de 2023

juros mais baratos

Quer um empréstimo?

Use seu veículo em garantia e consiga as menores taxas, com os maiores prazos.