5 dicas para juntar dinheiro e abrir o próprio negócio

5 dicas para juntar dinheiro e abrir o próprio negócio

abrir o próprio negócio

Ser um futuro empreendedor e abrir o próprio negócio exige esforço e muito foco, afinal, apesar de não possuir um chefe, é você quem deve se responsabilizar por todas as necessidades do seu negócio. É fato que, para muitas pessoas, juntar dinheiro para os custos iniciais de uma empresa pode ser bem difícil.

Mas não se preocupe, neste texto, separamos 5 dicas de como juntar dinheiro para abrir o próprio negócio. Confira!

Qual a importância de planejar o orçamento?

Há muitas formas de juntar dinheiro para abrir o próprio negócio, porém, nenhuma delas funcionará bem se você não planejar o seu orçamento. Por isso, a primeira atitude é saber o quanto seu negócio realmente custará.

Algumas etapas precisam ser analisadas, como qual será o ramo da sua empresa. Nesse contexto, avalie o tipo de mercado e quais são as perspectivas que ele oferece. Ainda, tenha uma previsão dos gastos. Faça essa simulação pensando nos períodos de curto, médio e longo prazo, dessa forma, você se antecipa e evita imprevistos.

Com isso bem definido, passemos às dicas. Acompanhe!

1. Faça um plano de negócios antes de abrir o próprio negócio

Para alguns empreendedores iniciantes, o plano de negócios parece um documento complicado, especialmente, pela quantidade de detalhes que exige. Porém, ele é uma arma importante para efetivar suas ideias e ter um cenário do seu possível empreendimento.

Além disso, ele é uma das principais provas para apresentar à instituição financeira na hora de conseguir um empréstimo. Contudo, para elaborá-lo existem algumas informações importantes que devem ser inseridas:

  • dados sobre seu produto ou serviço: nesta parte devem estar informações, como quem são os seus clientes, em que local será distribuído, quem serão os fornecedores e concorrentes;
  • plano de marketing: a estratégia do produto, a venda, a publicidade, a precificação e formas distribuição;
  • processo operacional: os dados a respeito do produto, as formas de atendimento e estoque são inseridas neste tópico;
  • análise financeira: as informações sobre os custos, faturamento, a quantia ideal de investimento, entre outros. Além disso, é preciso incluir o custo dos funcionários e do estoque.

Pela exigência de informações, é visível o quanto o plano de negócio é muito importante para definir melhor o seu empreendimento. Por isso, fazê-lo é ter a certeza de começar da forma certa.

2. Fazer um investimento

Os investimentos são uma ótima dica e não servem apenas para aumentar a renda. Utilizá-los para um objetivo mais concreto, como é o caso de abrir o negócio próprio, pode ser uma boa estratégia, principalmente, se ao fazer o planejamento, você perceber que esse empreendimento levará tempo para dar lucro.

Sabemos que, para muitos, quando pretendem juntar dinheiro, o ideal é utilizar a poupança. De qualquer forma, apesar de ser um investimento bastante seguro, entre as várias opções de aplicação no mercado, ela é uma das modalidades que menos rende.

Logo, vale a pena fazer uma boa pesquisa sobre categorias de aplicações que rendem mais e são tão seguras quanto. Como exemplos nós temos o Tesouro Direto e os fundos de investimentos que são opções bastante interessantes.

3. Conseguir um empréstimo

O empréstimo é uma das maneiras mais rápidas de conseguir o suficiente para abrir o próprio negócio. Porém, tenha em mente que, no momento da composição de sua empresa, esse tipo de crédito é mais indicado quando há previsão de que seu rendimento será o suficiente para pagar as parcelas e lidar com a sua companhia.

O ideal é que as mensalidades simbolizem em torno de 20% a 30% do lucro líquido do empreendimento. Dessa maneira, é possível solicitar um empréstimo sem prejudicar o seu orçamento.

Podemos dizer que a variedade de modelos desse tipo de crédito é uma das principais vantagens. Por exemplo, há o empréstimo consignado, uma modalidade com taxas bem baixas, no entanto, só é permitido para servidores públicos, aposentados, pensionistas e trabalhadores de empresas conveniadas aos bancos.

Além disso, existe o empréstimo pessoal que dispõe de menos restrições no momento da contratação, aliás, com opções on-line. Contudo, é uma alternativa que tem juros bem elevados.

Já o empréstimo com garantia, em relação aos juros, é semelhante ao consignado. Nessa categoria, o interessado pode oferecer seu veículo ou imóvel como garantia de pagamento e com isso o risco para a financeira diminui.

Aqui na Quero Financiar temos as melhores opções de empréstimo com garantia. Veja conosco, sem compromisso, as melhores opções pra você. Em alguns casos, são oferecidas vantagens exclusivas para quem está querendo abrir o próprio negócio, como descontos, juros mais baixos e prazos mais interessantes.

4. Obter auxílio de agências de fomento

Agências de fomento são outra maneira de conseguir dinheiro para a sua companhia. Os recursos oferecidos por essas organizações são conhecidos como fundo perdido. O objetivo principal dessas empresas é financiar o capital fixo e de giro de empreendimentos.

Entretanto, não é qualquer empresa que pode ser financiada por essas agências. As companhias necessitam estar aptas a determinados programas de desenvolvimento. Os principais grupos financiados são projetos de infraestrutura, profissionais liberais, micro e pequenas empresas, comerciantes, projetos de informática, entre outros.

Aliás, uma agência de fomento tem, ainda, permissão para criar suas próprias linhas de crédito e financiar projetos de interesse da região onde opera. Aqui, você acessa uma lista com agências de fomento de cada região do Brasil.

5. Buscar investidores externos

Investidores externos ou Anjos são pessoas que investem em empreendimentos iniciantes. Em troca, elas recebem o direito à participação minoritária no projeto. Geralmente, são empresários ou executivos que já possuem sucesso com seus negócios e pretendem auxiliar o futuro empreendedor não só com dinheiro, mas também com orientações e conselhos.

No Brasil, não há tantos investidores desse tipo, porém, para quem está começando eles são uma ótima maneira de obter dinheiro para o seu negócio e ainda ter orientações, principalmente, se você está abrindo uma Startup.

Não há restrições quanto ao tipo de empresário que pode ser um investidor anjo, ou seja, ele pode ser qualquer pessoa, inclusive aquele seu amigo que possui um negócio. Pense nessa possibilidade.

Com essas dicas esperamos que você tenha descoberto ótimas formas de juntar dinheiro para o seu negócio.

Gostou do nosso post? Então, curta a nossa página no Facebook e continue recebendo mais ideias para colocar seus planos em prática e abrir o próprio negócio!

Deixe um comentário

Leia também:

  • Empréstimo com garantia de imóvel: uma alternativa vantajosa em tempos de crise

    Você sabia que é possível pedir um empréstimo com garantia de imóvel? Essa modalidade existe com o objetivo de facilitar um pedido de determinados valores para os clientes, além dos juros serem mais baixos e o prazo de pagamento ser estendido. Mas, o que vale a pena destacar é que o banco passa a ter direito sobre

    22 de abril de 2023
  • 9 séries sobre finanças

    Ter conhecimento sobre finanças é de extrema importância. Afinal, tudo gira em torno do dinheiro, de forma que, se não há um bom controle sobre ele, torna-se difícil se estabilizar financeiramente. Cada um escolhe como fazer, se quer estudar e entender por si ou se contrata alguém para isso. Porém, mesmo que tenha alguém cuidando

    19 de março de 2023
  • 7 maneiras de conseguir dinheiro urgente

    Cuidar do nosso financeiro nem sempre é tarefa fácil, principalmente quando acontece algum imprevisto e precisamos de dinheiro com urgência e rapidez. Assim, acabamos procurando por meios mais fáceis de conseguir o dinheiro e sair do sufoco. Entretanto, é preciso ter em mente que nem todas as opções podem oferecer um grande benefício, por isso,

    4 de março de 2023